Saint Seiya: Gigantomaquia - A História de Mei

Editora Martin Claret Ltda. O livro é um produto industrial. Mas também é mais do que um simples produto. O livro na Antiguidade Antes mesmo que o homem pensasse em utilizar determinados materiais para escrever como, por exemplo, fibras vegetais e tecidosas bibliotecas da Antiguidade estavam repletas de textos gravados em tabuinhas de barro cozido. Eram os primeiros livros, depois progressivamente modificados até chegarem a ser feitos — em grandes tiragens — em papel impresso mecanicamente, proporcionando facilidade de leitura e transporte. Com eles, tornou-se possível, em todas as épocas, transmitir fatos, acontecimentos históricos, descobertas, tratados, códigos ou apenas entretenimento.

Meninas procuram cavaleiros 333652

A História de Mei

Atena teria sido escolhida pelo povo quanto sua protetora depois de fazer nascer uma oliveira na pedra nua. A Acrópole, ou cidade alta, ergue-se a uma altura de 70 metros da capital grega. Mesmo desbotadas pelo tempo e castigadas por séculos de tradição, as construções da Acrópole continuam a ser admiradas e reconhecidas até os dias de hoje como um dos maiores feitos da humanidade. É noite. O sol custa a ser pregar em Atenas. Nessa época do ano, só começa a escurecer depois das oito da noite, quando um tonalidade de azul profundo se espalha lentamente pela cidade. Intensas luzes douradas se acendem na Acrópole, iluminando as colunas do Partenon, os baixos-relevos e cada detalhe desfigurado pelo tempo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.*