Pesquisa da USP mostra que metade das mulheres não chega ao orgasmo

Crédito, Getty Images. De dia ela trabalha como cabeleireira, mas à noite ela tem um segundo emprego como prostituta, sentindo-se forçada a vender seu corpo por sexo apenas para sobreviver. Preciso cuidar do meu filho. Essa é a triste realidade da minha vida.

Mulher não profissional 377466

IBGE: mulheres ganham menos que homens mesmo sendo maioria com ensino superior

Por Caroline Cintra, g1 DF. Pelo menos 18 psicólogas denunciaram um homem que busca atendimento e, durante a exame, assedia sexualmente as profissionais. Como psicóloga, achei estranho, porque ele começou a ligar por vídeo, insistindo. Existe uma linha tênue, porque pode ser realmente algum paciente que precisa muito, mas, pode ser também alguém com malícia, como esse homem, diz a psicóloga Liliany Silva Souza, uma das vítimas. A psicóloga, Liliany Silva Souza, de Brasília , contou à reportagem que foi procurada pelo homem no dia 23 de janeiro. Por meio de uma rede social, ele mandou mensagem pedindo urgência para ser atendido. Quanto ele pediu essa urgência e o papo estava estranho, logo entendi que se tratava de um assediador, diz a psicóloga. Alerta pelas redes sociais.

Nível de escolaridade

As convenções do início do século, ditavam que o marido era o provedor do lar. Mas além de pouco valorizadas, essas atividades eram mal vistas pela sociedade. As mulheres ocupam postos nos tribunais superiores, nos ministérios, no topo de grandes empresas, em organizações de pesquisa de tecnologia de pontinha. Pilotam jatos,comandam tropas, perfuram poços de petróleo. Mas a guerra acabou.

Mulher não profissional 107802

Perguntas relacionadas

Hailey J. Anthony Q. Eva B. Mik S. Shei R. Vanny L. Eric C.

Leave a Reply

Your email address will not be published.*